LENDA DE (UM) EXU CAVEIRA

Sou Exu, assentado nas forças do Sagrado Omulu e sob sua irradiação divina trabalho. Fui aceito pelo Divino Trono e nomeado Exu a mais ou menos dois milênios, depois de minha última passagem pela terra, a qual fui um pecador miserável e desencarnei amarrado ao ódio, buscando a vingança, dando vazas ao meu egoísmo, vaidade e todos os demais vícios humanos que se possa imaginar.

Leia mais em http://www.tvumbandista.com.br/caveira.html

Anúncios

Eu sou…

Eu sou Luz, Força e Poder.
Eu sou parte do Pai.
Eu sou a Emanação Divina dos Tronos que me regem e Centelha da Lei que veio a este meio para espalhar a Doutrina à todos aqueles que cruzarem minha linha direta conforme determinação dos Tronos que me regem.
Eu sou o olho que tudo vê, que carrega à direita a pena que tudo escreve e tudo passa, e à esquerda, o relógio que obedece e se serve das forças do Tempo.
Eu sou filho de Agni e seu servidor eterno.
Eu sou eu, eu sou…

(NÃO AUTORIZADA A PUBLICAÇÃO, SEM CITAR A FONTE)

Atualizando noticias…

Algumas pessoas são mesmo sem nexo…

Atirei no truta e acertei o burro… rsrs. Eu havia mandado uma mensagem aos desafetos da doutrina da Umbanda Sagrada e um tonto qualquer vestiu a carapuça e saiu me ofendendo.

Eu vejo que, a cada dia que passa, as pessoas se acham muita coisa, sendo que nada somos além de instrumentos dos Sagrados Orixás e da Lei Maior e da Justiça Divina.

A grosso modo, somos meros objetos em evolução. Só que alguns se acham mais que a própria espiritualidade…

Amado Pai, Divino Criador de tudo e de todos… Dai a luz a esse povo porque eles não sabem nem por onde caminham… Como podem ajudar o próximo?

Vou indo mas eu volto, em breve…

Intolerância Religiosa II

Continuando as peripécias de Itanhaém:

Após narrar aqui a invasão do meu terreiro, descobrimos na mudança a falta de um ventilador grande, que também foi doado. E mudamos para evitar outras invasões, além do valor a ser pago no novo imóvel é bem mais em conta.

Bom, enquanto fazíamos a mudança, uma certa pessoa ligou para a proprietária do imóvel e teve a pachorra de dizer que estávamos fugindo, no intuito de melindrar a mesma contra nós, alegando que não iríamos pagar o aluguel.

Recado à pessoa que ligou… “Prezado …: Não somos da mesma laia que voce, não temos um nível baixo como os de seu convívio. Pena de voce que agregou mais um apático contigo em seu rol de  “repudiadores”, a proprietária do imóvel, a qual nos deu plena e total razão, além de simplesmente não acreditar em suas atitudes infames. Nem nós sabíamos que tu era tão baixo ao ponto de pensar tal sandice. Beira o ridículo.”

Mas deixemos tudo nas mãos de Ogum e Xangô. Que a Lei Maior e a Justiça Divina cuidem de nós.

Intolerância religiosa (será?)

É, pois é amigos de senda e destino,

Hoje fui surpreendido com uma notícia absurda:

Invadiram meu terreiro em Itanhaém, e as primeiras informações davam conta de destruição total… Como estou em São Paulo, o martírio e a espera de notícias foi amargurante…

Após incontáveis 2 horas, a resposta de minha tia que se dirigiu ao Colégio 7 Espadas para avaliar o estrago e acionar o policiamento:

Destruíram 1 atabaque, furtaram algumas guias minhas, alguns apetrechos das entidades, alguns cristais sem valor, uma espada de ferro, 2 caldeirões de cobre dos ciganos e respectivas moedas (uns 3 Reais) e  o som (talvez à título de tirar a suspeita de qual já temos).

Pelo material furtado, não acredito tratar-se de um furto simples, mas sim de busca de material para demandar contra o terreiro e à minha pessoa. Outros materiais de valor não foram levados, o que leva a crer que entraram para buscar doações e retirar peças para oferendas negativas e demandar contra mim e contra a casa.

PARA AQUELE(s) QUE ADENTROU(aram) AO TEMPLO, UM LOCAL SAGRADO, E PROFANOU CONTRA OS ORIXÁS (RUM (atabaque maior), OGUM, pela espada furtada, LINHA DOS CIGANOS, pelos caldeirões de cobre e moedas e XANGÔ pela injustiça cometida contra nós), leia bem:

Que suas proteções espirituais  tomem conta de sua(s) coroa(s), pois irei clamar os sagrados Orixás profanados e suas respectivas esquerdas para a devida punição a ti, no mais devido rigor da Lei Maior e Justiça Divina, porque eu não posso julgar, mas posso clamar.

Que eles não tenham dó de ti, profanador infeliz, pois sei que o material furtado não tinha qualquer valor material, nem para ser usado com troca de droga. Quando tu começar a demandar contra mim ou a casa ou qualquer um do meu Colégio, que imediatamente essa oferenda será ofertada ao seu Exu, e que ele devolva a profanação a ti na medida certa com seu cetro fálico (sabemos que Exu devolve 7 vezes maior), punindo-o à altura de sua profanação, isto é, caso seu Exu já não o tenha abandonado e deixou lugar à um quiumba qualquer, o que é bem possível. E se for esse o caso, então que essa oferenda seja revertida ao Sr. Exu Maioral, e que ele seja rigoroso na condução da Lei sobre sua vida, seu pequeno projeto de ser religioso (porque Umbandista não pratica atos imbecis como esse). Que assim seja…

Opa, acham que eu estou nervoso? Se eu estivesse nervoso, meus atos seriam descabidos e eu me rebaixaria ao nível desse(s) crápula(s), e eu já não mais seria um Umbandista, seria mais um da corja desse(s) infeliz(es).

E tenho orgulho de ser o que sou: Umbandista. Desse(s) otário(s) eu tenho pena, pois não evoluiu(íram) e nem sabe(m) o que é ser religioso. Dó não tenho, pois verei as devidas punições serem aplicadas, e, como disse o Exu: a última risada é minha…

Vida de Sacerdote…

Ei, voce… Sim, voce, que quer ser Sacerdote, que acha o máximo ser Sacerdote e almeja ser um…

Ei,voce, que critica cursos de Sacerdócio, que ofende quem os ministra e ainda acha que sua Faculdade é “the best”, isso, é, aquela que não possui reconhecimento de cursos, não tem alunos e não forma em nada…

Saibam voces que um curso não faz um Sacerdote. O aperfeiçoa…

O Sacerdote nasce com uma missão… Ele já nasce Sacerdote, e faz N cursos pra se aperfeiçoar, para ser melhor, pra servir ao alto de uma melhor forma…

E não adianta voce criticar os cursos de Sacerdócio, porque eles existem, e vão continuar existindo, queira voce ou não. Sempre existirão pessoas querendo melhorar ou serem melhores ao próximo. E pra voce que o fez e não se reconheceu nele, não adianta voce cuspir no prato que come, pois sua espiritualidade cuspirá em voce. Se voce não se reconheceu no curso, não é porque ele é não é bom, é voce que não nasceu pra ser Sacerdote, pense nisso…

E pense duas vezes antes de achar que está apto a abrir uma casa…

Ah, sim… Vida de Sacerdote não é fácil não… mas depois eu conto mais…